sábado, 26 de dezembro de 2009

AS COISAS DAQUI

Desbotado o verde de outros campos
Como o azul de um outro mar,
Outros são os povos
Vindos de um outro lugar
Correm traços numa outra feição
Outra é sua História
E outras as histórias são.

Vindas de tão longe,
Umas noutras línguas,
Dirão quem você é
E você é
Por pura imaginação

Belos e frágeis horizontes
Trará em sua cabeça
Morros, deltas, pampas
Ou lugares ainda mais longes,
Que talvez jamais conheça.

Mas e as coisas daqui,
Quem irá cantar?
Se as coisas daqui
Deixarmos pra lá?
Só o sabiá?
Só o sabiá?


26/12/09

2 comentários:

  1. Selecionada para o próximo sarau!
    Beijo grande

    ResponderExcluir
  2. Os melhores poetas são aqueles que conhecem música, porque poesia é ritmo. O teu poema tem um ritmo precioso!

    ResponderExcluir